10 tabus comuns entre os Yoruba – Africa Oeste

0
1370
Compartilhar...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someone

Todos os lugares têm seus modos de vida culturais e o que é considerado normal e aceitável para pessoas da comunidade nessas áreas. A necessidade de construir a sociedade e prevenir abusos culturais levou ao estabelecimento de tabus e abominações culturais – o que as pessoas em determinadas áreas nunca devem fazer para manter a sociedade.

Vale lembrar que mesmo assim entre Yorubas é comum que um certo povo tenha um tipo de Tabu e para o outro seja algo aceitável.

Por isso diz um proverbio: O que é aceitável em uma local pode ser tabu em outro.

Os Igbos, Hausas, e todas as etnias da Nigéria  têm tabus culturais; Os seguintes são alguns  dos Yorubas e ou vigentes na Nigeria:

1- O casamento do mesmo sexo é proibido em toda Nigeria: americanos e europeus já  legalizaram o casamento entre pessoas do mesmo sexo em algumas partes  – mas não só para Yorubas mas como na Nigéria não foi legalizado e é visto por muitos   não como uma boa pratica.  (adendo Orisa Brasil:>) Alguns itan proíbem tal relação, porem há um grupo que defende que as interdições apontadas em um itan/odu não podem ser aplicadas para todos, já que se assim fosse os interditos alimentares, ou de uso de cores etc também seriam. Porem de fato o que acaba contribuindo para o não aceitar da homossexualidade além dos valores culturais é que politicamente também não é aprovado por lei – ou seja nem por reis yorubas, nem a política vigente até o momento.

Visão Orisa Brasil: Lembramos que até mesmo países que liberaram o casamento entre pessoas do mesmo sexo, a proibição religiosa continuou vigente para os devotos, esperamos que se a Nigéria se abrir para aceitação que o tabu Geral acreditados por alguns do culto a Orisa entre os Yoruba também acabe.

 

Sobre Homossexualidade na Nigeria 

Veja mais:

Nigéria: O impacto severo da lei dura na comunidade LGBT

Nigéria: 53 pessoas acusadas de "Conspiração de casamento do mesmo sexo"

Micheal Ighodaro procurou asilo nos EUA depois de ter sido atacado na Nigéria / Micheal Ighodaro

Estados Unidos não quer ajudar  a briga contra o Boko Haram até a Nigeria aceitar a Homossexualidade e controlar os nascimentos de bebes.

Obama Fights Nigerian Anti-Gay Bill, Threatens To Cut Off Aid


2-Uma criança que está sendo carregada não pode cair nas costas da mãe:  é uma abominação  entre os Yoruba que um bebê caia das costas da mãe. E é por isso que muitas mães novas são avisadas para prender seus bebês firmemente. Acredita-se que uma criança do sexo masculino que cair das costas de sua mãe sempre perderá sua esposa na idade adulta, e se for do sexo feminino verá seu amor morrer em cima dela quando ela crescer. E se um bebê eventualmente cair das costas de sua mãe, espera-se que a mãe realize alguns rituais para evitar que o mal aconteça com a criança quando cresce.

3- O suicídio é uma abominação: cometer suicídio é uma abominação entre Yorubas. E um corpo que seja encontrado e que haja indiciários de suicido não deve ser tocado té que alguns sacrifícios sejam realizados para apaziguar os deuses. Se estiver pendurado por enforcamento, ninguém deve baixar o corpo até os rituais serem feitos. Mesmo assim, o corpo desse indivíduo será enterrado na floresta do mal e fora da cidade para evitar a ira dos deuses. A família de um indivíduo que comete suicídio será contaminada para sempre na comunidade.

4-  Em alguns locais as mulheres grávidas nunca devem caminhar pelas ruas em plena no pico da luz do dia: o que isso significa é que as mulheres Yorubas grávidas não devem ir às ruas ou ir ao mercado ou ir ao riacho quando o sol está alto no seu ponto mais alto – entre as 12:00 e as 15:00. Quando o sol está no seu mais brilhante. Acredita-se que males percorrem a cidade quando o sol está no seu mais brilhante e eles podem entrar em uma mulher grávida, fazendo-a dar nascimento de bebês deformados.

5-Muitos Yoruba não podem assoviar à noite.. é proibido: homens e mulheres não podem assoviar quando a noite chega.  Espera-se  que assoviar durante a noite que irá convidar os males para atormentar as pessoas. Além disso, acredita-se que o assobio poderia atrair cobras e répteis para a casa durante a noite.

6-  É proibido o adultério: é proibido às mulheres casadas cometer adultério . Este tabu é mais crítico contra as mulheres do que contra os homens, por isso é altamente desaprovado para uma esposa enganar o marido.


7.
Um rei nunca deve olhar dentro de sua coroa real: é uma abominação para um Rei Yoruba  olhar para dentro de sua coroa real. Um rei deve usar uma coroa, mas ele nunca deve olhar dentro dela. O dia em que ele faz é o dia em que ele se juntará aos seus antepassados. Os reis podem ter permissão para fazer isso se insistirem em cometer suicídio.

8. O cadáver de uma pessoa que se afoga não deve ser trazido para o enterro em casa: o que isso significa é que o cadáver de uma pessoa que morre em um rio deve ser enterrado perto do rio, e o cadáver de uma pessoa que cai de uma árvore deve ser Enterrado na base da árvore. Trazer esses cadáveres para casa acreditam que iriam irritar os Orisa que podem fazer com que as pessoas morram sem causas.

9 Um rei nunca deve prostrar-se para ninguém em toda a sua vida: um rei real é considerado como um semi Deus – ele é o 3 em comando depois de Olodumare e os Orisa e ele nunca deve se prostrar-se para cumprimentar ninguém em toda a sua vida.

10 Comer de gatos, cães e porcos são proibidos: Em alguns Locais é considerado impuro consumir carne de cachorro, carne de porco e carne de gato entre outros. Enquanto muitos Yorubas nunca vão provar carne de cachorro, mas com prazer alguns vão consumir o rato africano (Okete), o povo de Ondo considera Okete uma abominação, mas com prazer comerá carne de cachorro.

Fontes:

Principal:  https://www.nigerianbulletin.com/threads/yoruba-culture-and-tradition-10-cultural-taboos-in-yoruba-land.213180/

Ifa studies Group

Orisa University

foto: https://www.observenigeria.com/tag/yoruba/

Compartilhar...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someone

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here